Importância do acompanhamento nutricional para EVITAR O REGANHO de PESO após a cirurgia bariátrica

A obesidade é uma doença grave cujo excesso de adiposidade está relacionado aos fatores ambientais e à pré-disposição genética. Tendo em vista a magnitude dessa doença, a cirurgia bariátrica é considerada a ferramenta mais eficaz no controle e no tratamento da obesidade severa.

Estudos mostram que a cura da obesidade não se resume apenas ao ato cirúrgico, pelo contrário, é o início de um período de um a dois anos de mudanças que devem estar associadas às terapias auxiliares como a reeducação alimentar, atividade física programada e mudança nos hábitos de vida.

O bypass gástrico em “Y” de Roux é considerado uma cirurgia metabólica, pois além do efeito restritivo e disabsortivo ocorrem também alterações neurais e hormonais, que contribuem para a diminuição do apetite conferindo maior eficiência a esse tipo de procedimento. A recuperação do peso pode ocorrer devido a processos de adaptações fisiológicas no trato gastrointestinal.

O não comparecimento às consultas no pós-operatório por acreditar que não é necessário o acompanhamento em longo prazo, pode comprometer o resultado da cirurgia.

Estudos mostram que após 24 meses a produção de hormônios orexígenos entra numa fase de readaptação ao organismo, diminuindo a perda ponderal e facilitando o ganho de peso.

Portanto, apesar da eficácia da cirurgia bariátrica, é de suma importância o acompanhamento nutricional a fim de promover a adoção e a promoção de estilo de vida saudável e principalmente, favorecer a manutenção do peso.

A atividade física regular também é um fator muito importante na perda e manutenção desse peso.

A cirurgia bariátrica não finaliza o tratamento da obesidade, é apenas uma ferramenta que só é eficaz quando associada às terapias auxiliares, por isso faz-se necessária a monitoração regular por uma equipe multidisciplinar.

 

 

Via Light Gourmet: Nutrição personalizada
.