Você sabia que a vitamina B12 é uma super amiga do seu cérebro?

A vitamina B12 está entre os principais componentes para a manutenção e funcionamento de um cérebro saudável. Ela age diretamente nesse órgão imprescindível do nosso organismo e, sua deficiência, pode causar sérios riscos cerebrais. Contudo, muitas pessoas ainda não entendem os perigos que a falta da vitamina B12 traz para o cérebro.

Por isso é importante saber qual o impacto que a deficiência de vitamina B12 causa no cérebro e as principais doenças e sintomas trazidos nesta situação.

O que ocorre no cérebro com a deficiência de vitamina B12?

Entre os principais problemas, está a desordem na síntese dos neurotransmissores, pois a B12 serve como sintetizadora e protetora das células neurais, podendo causar lesões graves no cérebro, como a parte do tecido cerebral, redundando na diminuição cognitiva e mental.

Além disso, a falta de vitamina B12 no organismo contribui para que surjam problemas na medula espinhal, semelhantes aos encontrados na esclerose múltipla. Ou seja: este componente é fundamental na manutenção e saúde das células neurais e, sua deficiência, traz inúmeros sintomas e, consequentemente, doenças graves.

Os principais sintomas

É preciso estar atento aos sintomas e vale destacar que alguns processos podem ser confundidos com outras doenças, por isso é preciso consultar especialistas, para diagnosticar a falta de B12.

Entre os sintomas que podem aparecer estão: anemia, fraqueza, problemas na coordenação motora e no equilíbrio, formigamento de membros, espasmos e até mesmo dores que acometem o estômago ou problemas que influenciam na visão. Mas, não é só isso: a deficiência de vitamina B12 causa um impacto tão grande, que pode avançar para problemas mais sérios.

Quando há muita falta do componente no organismo, o cérebro perde sua capacidade de reposição de células neurais. Consequentemente, isto pode trazer o AVC, paralisia, incontinência, arteriosclerose, ataque cardíaco e uma série de problemas que podem ser irreversíveis.

A demência

Nos últimos anos, pesquisadores têm sido enfáticos: a demência está intimamente ligada a deficiência de vitamina B12, principalmente porque causa aumento nos níveis da homocisteína, que além da demência, causam problemas no coração.

A falta de vitamina B12 causa confusão mental e até mesmo perda do juízo, sem contar na incapacidade da pessoa de executar uma série de atividades simples – principais características que surgem junto a demência. Com tudo isso, fica o alerta: para quem já tem problemas neurais, a vitamina B12 torna-se ainda mais indispensável.

Os impactos podem ser revertidos?

Felizmente, sim. Em alguns casos que há o problema na absorção da vitamina B12, é possível fazer a suplementação vitamínica. Já, em outros processos, é preciso regular a alimentação – como uma dieta vegana que não contenha a B12. E, por fim, vale destacar: o tratamento com a vitamina deve ser iniciado aos primeiros sinais do problema, impedindo que as doenças se tornem irreversíveis.

Evite os problemas causados pela vitamina B12, consumindo de forma equilibrada alimentos que contenham esse componente. Busque sempre orientações com seu nutricionista.

Fonte: neuromaster.com.br

 

Via Light Gourmet: Nutrição personalizada
.