Mudança de comportamento alimentar do paciente na pandemia

A pandemia do COVID-19 trouxe muitas mudanças na rotina dos pacientes, acarretando em alterações significativas no comportamento alimentar. Pesquisas de mercado mostram as mudanças nesse comportamento, com foco no estilo de vida ligado à imunidade, saúde, exercício físico e convívio familiar.

As alterações de hábitos que mais se destacaram foram; aumento do interesse por alimentos saudáveis, suplementos relacionados à imunidade e equipamentos para treino em casa ou ao ar livre, além de maior preocupação e priorização com a saúde e atenção redobrada à cuidados higiênicos.

Uma pesquisa da Produce Marketing Association (2020) mostrou que aumentou a procura por frutas frescas em 29% e vegetais frescos 25% durante esse período.

Conceito Do it yourself

O conceito Do it yourself voltou a ser tendência na rotina dos brasileiros que puderam ficar em casa durante a quarentena. Esse conceito consiste em fazer você mesmo, como voltar à ter o hábito de cozinhar seu próprio alimento, o que traz benefícios financeiros e emocionais. Outro motivo para ter aumentado a demanda por produtos saudáveis, foi que, com o confinamento da quarentena, os pacientes que puderam ficar em casa tiveram mais tempo para fazer suas compras e fazer sua própria comida.

Um estudo da Global Consumer Insights Survey (2020), da empresa PwC, mostrou que como resultado dos impactos causados pela Covid-19, aumentou o foco com os cuidados pessoais em 69% saúde mental e bem estar, 69% em saúde física e 63% em dieta.

Outro estudo da PwC indica que devido ao isolamento social causado pela pandemia, 35% dos consumidores estão comprando alimentos pelos canais online e 86% planejam continuar assim nos próximos meses.

Uma pesquisa de mercado mostrou que aumentou além da procura por alimentos saudáveis, aumentou também a procura por suplementos relacionados à promoção do bem-estar e fortalecimento da imunidade e também chás e óleos essenciais para melhora do sono e redução da ansiedade.

Outra tendência que têm crescido em pacientes preocupados cada vez mais com a manutenção da saúde e bem estar, tem sido produtos com base no impacto que causam na saúde, no meio ambiente, e nos animais, aumentando a procura por produtos vegetais, sem derivados animais.

Como o momento da pandemia foi propício para aumento da ansiedade, os pacientes que se interessaram por alimentos que pudessem satisfazer essa fome emocional elevaram seu consumo, mas de uma forma ainda preocupados com a imunidade, fez com que essa escolha fosse por produtos mais saudáveis.

O cenário também foi propício, consequentemente, para o aumento dos hábitos ligados à atividade física, seja em casa ou ao ar livre, já que são hábitos que possuem relação direta e comprovada na manutenção da saúde e bem estar.

A tendência é que mais pacientes continuem se conscientizando com os benefícios de um estilo de vida saudável para prevenção de doenças e procurem mais profissionais da saúde para um acompanhamento adequado.

 

Fonte: Fonte: Global Consumer Insights Survey, PwC, Do it yourself

 

Via Light Gourmet: Nutrição personalizada
.